sábado, 28 de maio de 2016

Indireta

Eu tenho medo de estar esperando demais da pessoa errada, já cometi esse erro uma vez, não quero cometer novamente, mas quando se espera de uma pessoa, fica complicado prestar atenção em outra, mas acho que não vai ser assim dessa vez.
Nesse momento estou aqui, olhando para o céu com poucas nuvens e me pergunto se está ai, do outro lado da cidade, olhando para o céu também.
Você está ai, do outro lado, e temos essa linha do horizonte que insiste em nos dividir, eu estou aqui, a quilometros longe de você, vendo apenas uma nuvem no céu e me perguntando se você também vê.
Num piscar de olhos posso ver, os nossos horizontes se encontram e com a ajuda das luzes, vamos ser guiados noite a dentro para nos encontrar.
Acho que consigo ouvir seu coração, enquanto escuto Indireta do Marcello Gugu no ultimo volume do carro, pensei no que você falou, eu e você, em um final de semana, um lugar inspirador, de mãos dadas olhando para o céu e buscando inspiração.
Depois voltamos, e reescrevemos nossa historia, eu sem maquiagem e suas roupas pelo chão, por que com você a vida sempre vai ser mais que isso.
Por isso eu pergunto, quando você vai me dar o prazer de ser de assinar o meu sobrenome nos lugares em?