segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Há anos...

Há anos atrás, nesse mesmo dia, nesse exato momento, eu estava olhando para o céu e me perguntando quando eu ia encontrar a pessoa que ia fazer o meu coração bater mais forte, a pessoa que ia fazer eu me sentir única, a pessoa que me completasse, a pessoa, a pessoa...A PESSOA.
Há dois anos atrás nesse mesmo dia, nesse exato momento, eu estava quieta em um canto, chorando baixinho pra ninguém ouvir, lamentando ser sozinha me perguntando o por que ninguém gostava de mim.
Chega um momento que a gente tem que mudar né? Há um ano atrás, nesse mesmo dia, nesse exato momento eu estava trocando de roupa, caprichando na maquiagem, e saindo. "Mas como assim? É dia de semana. E a aula amanhã?" Eram as perguntas que mais ouvia, e eu simplesmente respondia: "Vou me divertir. Não vou chegar tarde." Lá ia eu, sozinha, ou melhor, sozinha não, comigo mesma, afinal somos a melhor companhia que podemos ter. E no outro dia lá estava eu, linda e morena no colégio.
E foi assim o resto do ano, mas em uma dessas saídas, em uma dessas curtidas, eu te conheci, te conheci da melhor forma, te toquei, te senti, te abracei e por fim, te beijei. Como costumo dizer, 2016 foi o ano que te conheci.
E hoje estou aqui, prefiro te assistir dormir ao invés de curtir, prefiro cuidar de você ao invés de sair, prefiro seu beijo invés de fugir, e acima de tudo, prefiro sua companhia ao invés de muitos por ai.
Há três anos atrás eu não era assim, daqui a trinta anos vou continuar aqui, ainda vou te preferir, ainda vou querer ver você sorrir, ainda vou preferir assistir você dormir e acima de tudo, ainda vou querer você aqui.
Mas não só por trinta anos, te quero por uma eternidade. Quer embarcar comigo?