segunda-feira, 18 de maio de 2015

Silencio.

Pare, você está me deixando louca, eu não ouço o que você está dizendo mesmo parecendo que só tem você e eu aqui e nós estivéssemos parado de respirar, fomos os últimos a fechar as portas, sei bem o que você está pensando agora, eu realmente queria que você fizesse sua mudança.
Aqui é muito quieto, eu quero desaparecer, o silencio faz com que eu ouça meus próprios pensamentos, faça tudo desaparecer e depois que tal esse silencio acabar?
É como se você soubesse onde estou indo, como se soubesse cada passo que eu dou, você me segue até em casa, mas eu nunca te convidei para entrar, não sei como mas eu vejo  o que você não está mostrando, eu te encontrei sozinho em um canto, o ar frio e estranho deixou tudo tão quieto aqui.
Não pare de me trazer em casa, não pare de me dizer boa noite, só prometa que depois do adeus você irá me beijar, não demore, não me diga que você não quer tentar, todos os planos estão sendo pensados, e por conta disso a tensão está sendo construída em minha mente.
Eu quero gritar, o motivo é meio obvio, esse silencio está me matando, está tudo muito quieto, me tire desses pensamentos, me salve desse tumulo. Por que não podemos finalmente quebrar esse silencio?