segunda-feira, 24 de julho de 2017

Amor é sofrer. Amor é amar. Juntos


O que é amor?
Amor é aquilo que vem por inteiro. Amor é aceitar o pacote completo de defeitos, dúvidas, qualidades, incertezas... Amor? Amor é estar junto tomando sorvete em uma tarde de inverno correndo o risco de ficar resfriado. Amor é encarar de mãos dados um problema que tá fazendo de tudo para separar o que existe.
Amar é se doar. Mas também é gostar de doação.
No amor existem sacrifícios, por que quando amamos alguém é impossível eles não existirem. Amor? Amor é sentir preguiça, amor é não querer sair para aproveitar a preguiça e ficar juntinhos no sofá assistindo a programação chata da TV aberta no domingo.
Amor é sorrir. Amor é a risada mais bonita que você escuta, te dá gosto ouvir e ficar admirando, afinal, você sabe que são suas piadas sem graça que causaram aquele som. O som que te faz perder as estribeiras e a gargalhada que ambos soltam fazem perder o fôlego.
Ah o amor...
Amor é amar. Amor é cuidar, aquele cuidado de pai e mãe. É colocar a segurança do outro na frente da sua (o que na maior parte das vezes acaba em discussão afinal, ambos querem fazer isso).
Amor é brigar. Amor é brigar com o outro por não deixar o quarto arrumado, é não entender como funciona a bagunça interior. Amor? Amor é se animar até nos dias ruins. Amor é só com um abraço, desvendar enigmas que talvez com palavras não fossem explicados.
Amor é certeza. Certeza? Não certeza do que vai ser sua vida, o do que você quer para o futuro. Amor é certeza que aonde quer que você vá, vai ter alguém do seu lado.
Amor é querer. Querer que a praia que você gosta fique ao lado do monumento mais louco o outro sonha conhecer, só pra ter o gostinho de ambos se realizarem juntos. Afinal, de tanto amor, o que é amar? Amar é isso. Amar é querer realizar seus próprios sonhos, mas também é querer realizar o sonho do outro. Amar é você ser uma pessoa plena, mas também desejar a felicidade alheia.
Amor, amar... Se importar.
Amor é se importar. No amor não existe um que seja mais importante, para cada um o outro é mais, bem mais importante, o que os fazem automaticamente fãs e ídolos que o único desejo é cuidar, surpreender e depois, ser cuidado e surpreendido.
Difícil não é amar. Difícil são as barreiras do amor. Mas me diz, qual momento da vida não encontramos barreiras? Amor, é não deixar pequenas coisas insignificantes atrapalhar, amor é conviver com elas. Amor é existir vontade de fazer dar certo dos dois lados. E ah... Essa é a melhor sensação.
O amor é leve. O amor nos deixa leve.
Amor é o que nos faz dormir bem em um aconchego após uma massagem ou até mesmo uma noite de amor. Amor é dormir separados mas ao mesmo tempo perto depois daquela mensagem de "boa noite". O amor não dói. O amor não machuca. O amor não fere.
Ah o amor... O amor é generoso. O amor é companheiro.
Amor? Amor é você querer ver o outro bem, é se controlar para não fazer birra quando é contrariado.
Amor é sofrer. Amor é amar. Junto.