quinta-feira, 13 de julho de 2017

Porque ninguém fala da morte?


"Que ninguém precise conhecer a dor da perda, para aprender o privilegio de se ter."

    Oi meus amores, tudo bem com vocês? Eu já tinha anunciado lá no instagram qual seria o tema desse post, e afinal, por que ninguém fala sobre a morte?
    Como já dizia Martha Medeiros, "A morte de uma pessoa, é o fim estabilizado, é o retorno para o nada, uma definição que ninguém questiona."
    Na nossa vida sempre vão existir casos e casos, momentos e momentos, e cabe a nós saber compreender cada um deles, okay, todo mundo sabe que a morte não é algo fácil e não leva felicidade a ninguém, mas por que é tão complicado assim encarar ela, afinal, é uma das inúmeras fases da vida.
    Vou dividir com vocês, a minha experiencia sobre o assunto. Há dois anos e um mês, eu perdi uma pessoa muito importante pra mim, a minha avó materna, mais uma coisa inacreditável aconteceu, eu sempre fui muito chorona, e nesse dia, eu só chorei na hora da noticia, depois eu simplesmente respirei fundo, não foi fácil, mas eu fiz. Fiz, por que tinha um proposito maior, ela finalmente descansou, ela passou por tanta coisa, que ela pode repousar, um repouso eterno.
    Há alguns dias, cheguei a pensar e cogitar a ideia de que isso poderia vir a acontecer outra vez com a ida do meu avô materno para a UTI, e foi nesse dia que eu me perguntei, por que ninguém fala da morte? Por que a maioria das pessoas tem tanto medo dela? E parando pra pensar cheguei a conclusões.
    A morte é temida, não pela dor da perda, mas sim, pelo arrependimento, é aquele arrependimento do que podia ter feito mais não fez, poderia ter falado mas não falou, então, todo mundo teme, teme perder alguém que o orgulho fez com que não se desculpasse, não se declarasse ou simplesmente, não amasse.
    Ela é temida, não pelo orgulho, mas pela falta de coragem, a falta de coragem que prende, que aprisiona, que não te deixa sair do lugar, então você simplesmente não consegue pular de paraquedas, publicar um livro, ou simplesmente, se declarar.
    Mas a minha pergunta é, por que tanto medo da morte, se com tudo isso o que acaba sendo doloroso é a vida? Por que não evitamos falar da vida? Por que constantemente estamos enaltecendo uma coisa que em alguns momentos nos causa dor? Simples, por que a vida, nós estamos encarando agora, sabemos como lidar, mas de tanto evitar a morte, nós simplesmente, não conhecemos ela.
    Então gente, o que eu quero dizer pra vocês, é a mesma coisa que uma leitora me falou, a morte nem sempre é ruim, para alguns ela é um alivio, pra outro uma dor, mas devemos aprender com ela, devemos saber lidar com ela, afinal, a dor só é sentida por quem vive.
    Vamos lá, ergue essa cabeça, cante, respire, beba, coma, grite, pule, se declare, deixe o orgulho de lado, não se arrependa de nada, seja você, aproveite a vida, e se em algum momento a dor da perda chegar até você, busque, nem que seja lá no fundo, um motivo para sorrir e encarar da melhor forma.
    Não deixe que a dor, o medo, o orgulho e o arrependimento tome conta de você. Nunca se esqueça das minhas palavras, e se quiser conversar mais sobre o assunto, é só falar comigo, por que é como aprendemos com A Culpa É Das Estrelas do John Green, "A dor precisa ser sentida."
    Beijos meus amores, e não esqueçam, Jana ama vocês.

"Sempre me sinto feliz, sabes por que? Por que não espero nada de ninguém. Esperar sempre dói. Os problemas não são eternos, sempre tem solução. O único que não resolve é a morte. A vida é curta, por isso, ame-a!"
-Shakespeare, Willian